domingo, 10 de abril de 2011

001. BDSM, o que é?



Resposta Sir Ganon:
É um jogo erótico e/ou místico-filosófico que tem como objetivo promover e/ou prolongar o prazer físico e mental de seus participantes.


Não há perversão.
Há muita responsabilidade e prazer.
Tudo que acontece é discutido e ambos sabem exatamente até onde podem ir, parando a qualquer momento que queiram ou necessitem.

O BDSM é composto por várias camadas e nestas encontramos de tudo um pouco: desde fetichista
querendo um jogo de exibicionismo e adoração, a outros que, por jogarem há muito tempo e terem atingido elevados níveis de prazer e auto controle são atraídos por experimentos mais incomuns, diferenciados e/ou interpretados como sendo pesados/hard.
Isso só ocorre quando é exposto, debatido e avaliado por ambos, devendo haver previamente, inclusive, uma pesquisa e preparo.

Comentário (schiava)_Rainha Jenn:
Acredito que antes de qualquer jogo, temos que conhecer as regras, os atalhos, os caminhos, quem dá as cartas, que cartas valem o que... então neste comparativo de jogo erótico e místico-filosófico é uma boa noção de como iniciaremos este novo mundo.
Primeiramente, conhece-te a ti mesmo, seus desejos, vontades...
Depois as vontades e desejos de sua cara-metade...
E com estes conhecimentos vamos traçando a linha tênue de Dominar/servir.
Não é facil, requer estudo, aplicação, estudo, observação, estudo, teste prático, mais estudo...
Portanto vamos estudar

Comentário da Rainha: Realmente o estudo é necessário, seja teórico ou prático, é importante que se conheça todos os pontos, desde a preparação até a peça qual esta em suas mãos. Afinal, se queremos vencer limites, devemos ao menos conhece-los.




Olá, hoje gostaria de agradecer a todos os nossos seguidores, em especial a dog pet_JS, que tem comentado a quase todos os nossos posts, espero que com a permissão de seu Dono é claro.

Como já disse, estaremos com novidades e gostariamos da colaboração de todos, sugestões, dúvidas e reclamações serão bem vindas, ok?

Irei dar continuidade as minhas considerações ao material de Sir Ganon e quem quiser também deixar as suas, me envie por email ou deixe um comentário.


Mais uma vez obrigada a todos,

Beijos Rainha Jenn

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Em breve novidades nos Dominios da Rainha


Olá amigos, estou de volta, e espero que desta vez para ficar. Sei que tem pessoas que seguem o blog mais que eu mesma, aff!, mas a correria do dia a dia estava me sufocando!

O material que schiava tinha de Sir Ganon, chegou ao fim, mas para aqueles que não acompanharam desde o inicio, irei repostar agora com o meu parecer.

Para aqueles que nos acompanham, teremos novidades a partir de 10 de abril.
Beijos a todos, e mais uma vez agradeço a minha putinha schiava, pelo trabalho que teve em postar e ilustrar todo esse importante material que estava perdido.


Rainha Jenn


terça-feira, 5 de abril de 2011

Comentários Finais de Sir Ganon


A você que tem outras idéias ou opiniões diferentes das expostas neste site:

Espero que entenda a minha intenção de auxiliar a quem está entrando neste fantástico mundo. 


Não quero confundir, somente esclarecer. 

Não busquei dar mais que o básico e para fazer isso me utilizei da generalização de alguns conceitos.

Este questionário foi embasado em quatro pontos:


1. Mesmo pensando em Dominadores e Dommes, submissos e submissas, optei por externar sempre o termo no masculino;
2. Esclarecer e apresentar a filosofia BDSM em um contexto geral;
3. Manter a segurança;
4. Possibilitar um mínimo de informações a um novo adepto para que este possa iniciar uma troca com seu futuro parceiro ou ainda suas pesquisas.



A você que está se iniciando agora, veja:

Espero, de fato, ter auxiliado de alguma forma.
 

Neste site, talvez, plantou-se a primeira semente no seu caminho BDSM. 

Não tenha estas palavras como ponto final. 

A busca é intensa, longa e quase interminável. 

Sou apenas um mendigo de mim mesmo com uma intenção.
 

Posso estar enganado em muitas questões neste site. 

Pesquise, busque e, achando necessário, volte para discutir comigo, pois eu ainda sou a melhor pessoa para falar das minhas idéias, será um prazer.
 
GanoN - O mendigo virtual se coloca à sua inteira disposição.
 

Grato por sua visita.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

137. Literatura sobre o tema.



Resposta de Sir Ganon:

Visitando o SM site, encontrei uma lista de livros já lançados sobre o tema.
Mesmo sem ter solicitado autorização, a transcrevo aqui, na íntegra, por crer que poderá auxiliar aos buscadores de si mesmos que aqui estiverem.

1. Título: O Que é Tortura
Autor: Glauco Mattoso
Editora: Brasiliense
OBS.:
Edição esgotada - pode ser achado em sebos.

2. Título: SM Sem Medo

Autor: Wilma Azevedo
Editora: Iglu
OBS.: Facilmente encontrado na loja do
Clube Dominna.

3. Título: FORMAS de PRAZER
Autor: Marcelo Pizani
Editora: Ed. Record
OBS.: Não é um livro apenas sobre sadomasoquismo, engloba também várias outras formas de prazer como podolatria, por exemplo.

4. Título: Nossos Desvios Sexuais (Normal? ou Anormal?)
Autor: Valmir Adamor da Silva (Prof. de Psicanálise)
Editora: Ediouro
OBS.: Também não é um livro apenas sobre sadomasoquismo, está mais para uma espécie de dicionário dos "desvios sexuais". Apesar disso, é bastante elucidativo.

5. Título: Objetos do Desejo (das variações sexuais, perversões e desvios)
Autor: Oswaldo Martins Rodrigues Júnior
Editora: Iglu
OBS.: Na mesma linha dos dois anteriores, mas tem uma parte muito interessante sobre sadomasoquismo.

6. Título: SADE - Um Olhar Mais Além do Erótico
Autor: Octavio Paz
Editora: Mandarim
OBS.: Para aqueles que querem se inteirar do aspecto mais literário da obra do "Doce Marquês" uma excelente pedida.

7. Título: Crimes do Amor
Autor: Marquês de Sade
Editora: LP&M
OBS.: Uma publicação em bom português do nosso guru e sem dúvida um dos seus melhores livros.

Para você que tem facilidade com o idioma inglês existe um site, neste idioma, com uma série de publicações voltadas para o BDSM:

domingo, 3 de abril de 2011

136. Dez regras simples para ser um submisso.



Resposta de Sir Ganon:

Texto igualmente enviado pela gentil bee_a... 

Nossa, corri com uma adaptação (livre) a fim de colocar ambos no ar... 

Grato, doce dama e gentil amiga... *curva-se o mendigo virtual e oferta uma rosa @}--'--,----*
 
1. Seja paciente! Um Dom em potencial lhe permitirá saber se ele está interessado em você ou não. Se lembre de que seu propósito, como um submisso, é servir e satisfazer alguém que levará em conta a realização de suas fantasias. O "timing" deve ser o mesmo para ambos.

2. Seja humilde. Você pode ser Deus ou um presente dos deuses para o mundo, mas ninguém precisa ou quer ouvir isto. Você terá ampla oportunidade para mostrar quão bom você é. Não importa o que você diga, a "sua realidade" se mostrará em uma cena, não a monte para o fracasso, desenvolvendo expectativas que provavelmente seu Dom não alcançará.

3. Esteja aberto, você pode aprender algo sobre BDSM e sobre você em uma cena, não importando se há experiência ou quão dominantes ou submissos são os participantes. BDSM é uma arte muito pessoal, e uma atitude do tipo: " eu já sei tudo " pode lhe fazer perder valiosas lições e experiências.

4. Comunique! Verbalização é necessária, mas, no momento e do modo apropriado. Seu Dom precisa ter informações básicas a seu respeito, como experiências, fantasias, saúde, e suas frustrações. Porém, a menos que seja uma emergência, espere até que seu Dom pergunte. Não espere que ele seja um "notável" que instintivamente conhece suas necessidades e limites. Sua cooperação aumentará o prazer na cena e para ambos.

5. Seja honrado. Não tenha nenhum medo de compartilhar suas necessidades e fantasias. Seu dominante espera isto. Honestidade sobre seus desejos, saúde e frustrações é essencial a uma boa cena. Mentir ou ser pouco franco só poderá conduzir a problemas, já que o Dom montará a cena em informações inexatas. Além de causar problemas, pode ser perigoso.
Sei que às vezes é difícil falar de coisas tão íntimas, mas faça um esforço ou se declare inapto para responder aquela questão. Para um Dom experiente isso já é um grande sinal de bloqueio e NESTA área ele não tocará, a fim de jogo mas sim, com o fim de palestrar.

6. Esteja disponível. Uma cena é uma "faca de dois gumes", não tente usá-la para a realização física de suas fantasias anteriores. Se você quer limitar sua experiência para certa excitação física e psicológica, então negocie de antemão. Mas, nunca espere que seu Dom seja um boneco em um jogo de fantasia que você desenhou em sua mente. É melhor deixar que seu Dom surpreenda você. Permita a ele estender seus limites, para levá-lo a lugares que você nunca havia estado antes. Quando você confia em seu Dom e o deixa saber disso, ele guiará você em novas fantasias.

7. Seja realista. Seu dominante é humano, e até mesmo o Dom mais experiente tem momentos de desajustamento e indecisão. Não chame sua atenção ao que você percebe ser um lapso. Saiba a diferença entre realidade e o mundo de fantasia que você vê em livros e revistas. Alguns Dons são ricos o bastante para dispor de um grande calabouço com um plano pródigo de equipamento. O equipamento de seu Top é caro. Respeite e não abuse.

8. Seja realmente submisso! Este é um ponto chave. Deixe seu Dono assumí-lo por completo. Não treine uma segunda suposição ou seja crítico dele. Troque informações sobre suas necessidades especiais antes do começo da cena, porém uma vez iniciada permaneça quieto! Se você teima em conduzir a cena para suas próprias especificações, então você deveria tentar ser um Dominador. Você concordou com as limitações do seu próprio poder como submisso. Fique dentro dessas limitações. Respeite, obedeça e espere castigo caso isso não aconteça. Aceite graciosa e alegremente.
O Dom tem muitas coisas a serem concernidas e isso inclui sua Segurança. Seja leal e seguro. Desfrute seu papel.

9. Seja/esteja saudável (física e mentalmente)! BDSM, como qualquer atividade extenuante, requer que seus participantes - ativo e passivo - estejam em plena saúde física e emocional. A quantia que você dorme, seus hábitos alimentares, seu álcool/droga, e tensão cotidiana afetam sua resposta e resistência durante um jogo. Não importa quão tentadora se mostre uma cena, uma atitude do tipo: " eu quero tudo agora " pode não ser uma boa coisa. Você servirá melhor estando saudável.

10. Divirta-se! Afinal de contas, sexo está em toda parte. Você ganhou e será levado ao prazer sem igual, intenso que vem de um jogo BDSM responsável e criativo
.   

sábado, 2 de abril de 2011

135. Dez regras simples para ser um Dom.


Resposta de Sir Ganon:

By Lady Jade, Lady Jade’s Domain

À doce e gentil bee_a enviou-me este artigo da
Lady Jade que segue abaixo, vai o meu especial agradecimento. 

Achei interessante e funcional e, na mesma hora, fiz uma adaptação livre (me permitam) e disponibilizo para todos neste site.
Grato bee_a! @}--´--,---

1. A SEGURANÇA do submisso terá, sempre, prioridade máxima do seu Senhor, seja física ou emocional.

2. SEMPRE respeite e honre a palavra segura vinda do submisso e NUNCA o coloque com medo de usá-la.

3. Da mesma maneira que submissão é um presente a ser visto e vivido como um tesouro, Dominação é um talento a ser lapidado e assim deve ser educado e experimentado ANTES DE assumir a responsabilidade de outra vida.

4. Não seja tão arrogante a ponto de não conseguir escutar e entender os pontos de vista e as necessidades do seu submisso. Você pode aprender muito com ele. Afinal de contas, comunicação é a base de uma relação BDSM e não pode ser obtida sem total apoio de ambos.

5. NUNCA castigue um submisso retendo seu afeto, isso é chantagem emocional.

6. Proveja direção e apoio quando precisar e permaneça sintonizado na reação do sub. Em, retorno, você ganhará um submisso ansioso para lhe agradar e servir, pois o mesmo sente-se valorizado por você.
 
7. Proveja seu submisso com diretrizes negociadas. Faça-o estar dentro dessas diretrizes e se sair, castigue-o.

8. Entenda que, da mesma maneira que você deve ganhar a confiança do submisso, este deve ganhar a sua. Isto não mina seu controle, mas o fortalece.

9. Desfrute e use o que lhe é ofertado com generosidade, aspereza, dor e prazer e tenha a sabedoria para saber quando usar cada um.
 

10. Nunca deixe que o orgulho cegue-o em sua "viagem" de poder e seja forte para assumir um erro, um engano. Complete, sendo franco ao revelar-se arrependido, pedindo desculpas.
Da mesma forma que um submisso não é perfeito 24 horas por dia um Senhor, também, pode não ser.


sexta-feira, 1 de abril de 2011

134 Reticências no BDSM.

Resposta de Sir Ganon:

Já foi dito e repetido que no BDSM tudo deve sempre ser expressado, de preferência, verbalmente.
 

O uso de reticências em frases deve ser evitado pois, um mal entendido, pode causar muita dor aos parceiros. 

Dor no sentido físico e psicológico pois, uma informação sonegada, mal expressada e/ou externada de forma pouco clara pode desencadear, em ambos, traumas ou emoções diversas.
 

A tônica é estar atento sempre e sempre aberto a novas idéias ou idéias nunca antes externadas.
 

Para que qualquer problema seja evitado, Dominador e submisso devem sempre ser muito claros a respeito do que pensam, mesmo que este pensar seja pouco coeso e coerente.

Comentários da (schiava)_RainhaJenn:
Mais claro impossivel

quinta-feira, 31 de março de 2011

133. Escrita na pele, um jogo.


Resposta de Sir Ganon:

Jogo antiquíssimo praticado no Oriente.
 

No BDSM consiste em escrever, na pele do submisso, recados para outros Senhores.
 

O submisso, com sua pele escrita, coloca uma veste que possibilite a fácil leitura e, se dirige ao Senhor remetente. 
Chegando a ele, solicita permissão para "entregar" a mensagem, e assim o faz.
 

Não é comum o "submisso-papel" ser tocado e/ou usado por aquele que recebe o recado. 

Este leva o tempo que desejar para ler e reler e, logo após, dispensa o mensageiro.
 

Em alguns poucos casos, a resposta se dá através do mesmo mensageiro, porém o mais comum é o Senhor responder posteriormente, através de seu próprio submisso.
 

Uma outra forma de executar este jogo é o Dominador solicitar a seu submisso que, ele mesmo, coloque em seu corpo, alguma marca, frase, desenho ou mensagem para entregar a ele quando se encontrarem.
 

É bastante prazeroso para ambos, pois há o empenho do submisso para elaborar e o "deliciar" do Dono ao ver sua peça com algo feito exclusivamente para si.

Comentários da (schiava)_RainhaJenn:

Realmente um jogo muito interessante.
Já fui utilizada como sissie-papel, mas neste caso o receptor da mensagem optou por usar-me depois e enviar a resposta por sua propria submissa.
Não conheço muito desta prática pela "Terra Brasilis"

quarta-feira, 30 de março de 2011

132. Testar um Dom ou ainda sua paciência.


Resposta de Sir Ganon:

Alguns submissos tem seu prazer centrado no ato de ficar testando um Dominador. 

Recebem uma ordem e, quando cumprem, usam mais tempo que o necessário para tal, externam desculpas, nem sempre convincentes e, ao serem inquiridos, não assumem que estão, em verdade, testando o Dominador ou... buscando ver o lado mais enérgico daquele que os abastece o dia.
 

Nada tenho contra e muito menos a favor, porém creio ser prudente, antes de tal atitude pesquisar se este também é o prazer do Dominador, pois alguns vêem estes jogos como uma falta de interesse do submisso e acabam por dispensá-lo de seus serviços.
 

Torna-se prudente dizer que, se ambos buscam tal jogo, nada há que os impeça.  

Comentários da (schiava)_RainhaJenn:

Mais um ponto claro das conversas anteriores, dos questionários respondidos, das honestidade nas respostas, para que possa dar a real dimensão ao seu Dono(a) de seus desejos e vontades, limites e possibilidades.
Caso contrário arquemos nós com as consequencias das punições pelas falhas/erros.